BAIRRISMOS

04192004140135593g.jpg

Cariocas saem para ir à praia e tomar um guarango.

Paulistas saem para pegar engarrafamento e tomar um chopps.

Mineiros não saem.

Brasilienses saem para catar alguma coisa para fazer.

Baianos saem para correr atrás do trio elétrico.

Cariocas produzem novelas e minisséries.

Paulistas produzem programas de auditório para a classe F.

Mineiros produzem pão-de-queijo.

Brasilienses produzem a TV Senado.

Baianos produzem o compositor da canção da novela das oito, o axé do programa de auditório, o Antônio Carlos Magalhães da TV Senado e acarajé.

Cariocas acreditam que devem zelar por seus amigos (o que inclui o balconista do botequim e a manicure).

Paulistas acreditam que devem zelar pelos seus amigos que freqüentam o mesmo clube.

Mineiros acreditam que cada um deve zelar por si mesmo.

Brasilienses acreditam que o governo deve zelar por todo mundo.

Baianos esperam que alguém zele por eles.

Cariocas quando estão nervosos, seqüestram alguém.

Paulistas quando estão nervosos, denunciam o marido em rede nacional.

Mineiros quando estão nervosos, lançam alguém para ser vice-presidente de um sujeito que vai perder o mandato.

Brasilienses quando estão nervosos, tocam fogo num mendigo.

Baianos nunca ficam nervosos.

Cariocas viajam para a Califórnia.

Paulistas viajam para Nova Iorque.

Mineiros viajam para Miami.

Brasilienses viajam para Londres.

Baianos viajam para Porto Seguro.

Cariocas odeiam encontrar outros brasileiros na Califórnia.

Paulistas adoram encontrar outros brasileiros em Nova Iorque.

Mineiros só encontram cidadãos de Governador Valadares em Miami.

Brasilienses gostam de se passar por cariocas em Londres.

Baianos são inconfundíveis em qualquer lugar do mundo.

Cariocas compram roupas nas feirinhas alternativas e comida na feira.

Paulistas compram roupas no shopping e comida no supermercado.

Mineiros:a tia tricota a roupa e a avó faz a comida.

Brasilienses compram roupa e comida via internet.

Baianos amarram panos e colares em volta do corpo e ganham um agradinho da preta velha que faz os vatapás.

Cariocas tendem a achar a pobreza e o fracasso charmosos.

Paulistas tendem a achar os excessos charmosos.

Mineiros tendem a achar a alienação charmosa.

Brasilienses tendem a achar o despojamento charmoso.

Baianos tendem a achar que eles – e somente eles – são charmosos.

Cariocas enfrentam verões infernais e se orgulham disso.

Paulistas enfrentam inversão térmica e se orgulham disso.

Mineiros não enfrentam nada e reclamam pra cacete mesmo assim.

Brasilienses enfrentam clima excessivamente seco e colocam no Jornal Nacional.

Baianos acordam, vêem um dia bonito e criam logo um carnaval para comemorar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: