210 motivos para morar em sao paulo

Poder encontrar a Malu Mader no Frevinho da Oscar Freire
– O chope do Frevinho da Augusta
– Poder comer a empada do Rancho da Empada, na rua Domingos de Morais
– Tomar café da manhã na padaria do Benjamin Abraão, ao lado da Faap, em Higienópolis
– A torrada de alho do Gigetto (restaurante italiano do centro da cidade)
– Poder comer e beber no Espírito Santo (bar em estilo português no Itaim)
– O chope do Leo
– A casquinha de rã do Parreirinha
– A possibilidade de encontrar o Paulinho da Viola no Parreirinha
– Comer pirão de marisco no Gamelas
– Pagar menos de R$ 10 por uma moqueca no Meaípe
– A esfiha de palmito do Jaber
– Poder ouvir as histórias das pessoas em qualquer bar da cidade
– Poder comer por volta das 16h de sábado no restaurante do MAM-Ibirapuera
– Por causa do Negui-toro (tipo de sushi) do Sushi Lika
– Por causa do bolinho de arroz do bar Supremo
– Porque os pastéis de feira daqui são os melhores do mundo
– Por causa das pizzarias
– Porque é possível comer hambúrgueres de madrugada na Doutor Arnaldo, ao lado do cemitério
– Porque você pode estar faminto às três da madrugada e não morrer de fome
– Pela torta de semente de papoula do Z-Deli
– Para beber e paquerar nos barzinhos da praça Benedito Calixto
– Pelo hambúrguer do Oregon (na rua dos Pinheiros)
– Para comer a Joana d’Arc (linguiça feita no álcool) da rede de botecos A Juriti
– Porque tem a melhor pizza do mundo em praticamente qualquer pizzaria de esquina, sem catchup e com muitos recheios
– Porque o restaurante Massimo é o máximo.
– Porque a maioria dos restaurantes japoneses daqui ainda são tocados por japoneses
– Porque há muitos supermercados 24 horas
– Pelo ciabata com muzzarela de búfala, cebola e azeitonas do Café Gardênia
– Porque em nenhuma outra cidade há tantos lugares que vendem mate com leite
– Comer picanha no Sujinho (na rua da Consolação) às 3h da manhã
– Comprar cerveja Guinness em qualquer supermercado Pão de Açúcar
– Tomar chope no Pirajá
– Pelo guisado do restaurante Tordesilhas
– Ir com os amigos num restaurante desconhecido, escondido no meio desta selva de pedras e que pela aparência você não dá nada, mas acabar comendo uma das melhores refeições da sua vida
– Poder escolher a lagosta viva no aquário do restaurante Don Curro
– Porque aqui você pode ir para só uma rua e encontrar vários barzinhos, danceterias e restaurantes para todos os gostos
– Poder cantar no karaoke do Arccádia, na avenida Franz Schubert, e não ser expulso por cantar mal
– Porque em nenhum outro lugar do país há tanto fast-food, o que é essencial numa cidade onde todo mundo tem pressa
– Para comer naqueles restaurantes da Serra da Cantareira
– Comer churros às 4h, 5h da manhã no Brás
– Para comer a costela de carneiro precoce do Sujinho da rua da Consolação
– Para comer o pulpo à galega do restaurante Tapas, no Itaim
– Para “tomar a última” no Pasta e Vinho, da Barão de Capanema
– Pelo bauru do Ponto Chic
– O pão de linguiça da cantina Speranza, no Bixiga
– O polpetone do Jardim di Napoli
– Para ver a barwoman do Carlotinha preparar um morrito
– Para comer um ou mais pratos, isso se você conseguir, de feijoada no Dinho’s Place
– Para tomar cerveja bem gelada e jogar dardo às segundas-feiras no Lone Star
– Para comer a salada da vó do Gil no Gil Café
– Para comer sushi e sashimi, melhores que no Japao, às segundas-feiras no Tanji
– Para lamber o molho do robatayaki de lula do Sea House
– Para comer foundue de carne, feito no caldo de carne, no Bierquelle
– Porque não faltam restaurantes de comida típica
– Para comer a costelinha empanada do Pirajá
– Pelo ravióli frito do Giardino
– Pelos pães italianos (principalmente os de linguiça e cebola)
– O parque Ibirapuera
– O Museu de Arte Sacra (que fica na avenida Tiradentes)
– Porque aqui há mais salas de cinema do que em qualquer outra cidade do país
– Porque em outubro tem a Mostra Internacional de Cinema
– Poder cruzar a perna com folga na cadeira do Astor
– Olhar a arquitetura dos prédios ao lado do Pátio do Colégio, em dias de domingo ou feriado
– A livraria Cultura do Conjunto Nacional
– A Sala São Paulo
– Porque São Paulo fica a menos de uma hora da praia
– Porque São Paulo é o “portal” do mundo, isto é, a maioria das coisas começam por aqui
– Poder ouvir os diferentes sotaques das pessoas que morram nas zonas norte e sul
– Por causa da diversidade cultural da cidade, com comunidades de japoneses, portugueses, italianos, árabes etc.
– Por causa do Renoir do Masp
– Porque temos em nosso brasão o lema Non ducor, duco (Não sou conduzido, conduzo)
– Porque aqui é possível encontrar os personagens do Angeli andando nas ruas
– Para passear na avenida Paulista
– Para olhar as putas da rua Augusta
– Porque é a única cidade no país onde você pode assistir a um filme iraniano e depois ir comer num restaurante mongol
– Porque tem menos lutadores de Jiu-jitsu do que no Rio de Janeiro
– Porque a independência do Brasil foi proclamada aqui
– Por ser o túmulo do samba e, se Deus quiser, será também o do pagode
– Só para dizer “oooooooorrrrrrrrrrrrrrrrrrrrraaaaaaaaaaaaaaaaaaa meu”
– Porque o Carnaval aqui dura só quatro dias
– Por causa das curvas do Copan
– Pelas obras do Victor Brecheret espalhadas pela cidade
– Porque aqui é o berço e a casa do Teatro Oficina
– Por causa dos programas gratuitos ou bem baratos do Centro Cultural São Paulo
– Porque a Filarmônica de Berlim jamais tocaria em Guaxupé
– Porque foi aqui, e só poderia ser aqui, que aconteceu a Semana de Arte Moderna de 22
– Pelos espetáculos gratuitos do Sesi
– Porque, não há dúvidas, a nata da intelectualidade brasileira vive aqui 32
– Para poder nascer no Brás, crescer no Bixiga e morrer na Barra Funda
– Porque a gente fala mesmo, não meRRRmo
– Porque esta é a única cidade em que se fala o português puro, “tá mi intendeeeeendo?”
– Porque só aqui se subverte o singular e o plural, pedindo dois pastel e um “chops”
– Pela quantidade de livrarias
– Por causa da cripta da igreja da Sé, que é muito bonita
– Para correr na avenida Sumaré
– Para andar de bicicleta no parque Ibirapuera
– Porque quase todos os dias há uma manifestação na avenida Paulista para atrapalhar o trânsito
– É o único lugar do Brasil onde há shows decentes (como os do Blur, Oasis, Stones, Morrisey, Echo), embora com uma frequência menor do que a necessária
– Ouvir rock decente no Matrix e no Borracharia (ambos na Vila Madalena)
– Comprar CDs na London Calling e na Compact Blue
– Porque sempre abrem lugares diferentes (bares) para sair à noite
– Ver o pôr-do-sol da praça do Pôr-do-Sol em Pinheiros
– Ver a cidade iluminada do alto do prédio da Química na USP
– Poder correr na USP
– Sair de uma boate às 3h30 da manhã e emendar numa rave até às duas da tarde
– As bancas de jornal 24 horas, como a da praça Vilaboim
– Poder ver a exposição do Guignard no Masp sem precisar viajar
– Para poder passear, durante a semana, pelo parque da Aclimação
– Para praticar alpinismo na Serra da Cantareira
– Porque Campos do Jordão fica aqui do lado
– Comprar livros novos a R$ 3,00 nas Papelivros
– Pela programação cultural de todos os Sesc
– Para ir assistir aos espetáculos de dança no Municipal
– Porque as lojas dos shoppings abrem aos domingos
– Porque, enfim, está crescendo o circuito de cinemas de arte nesta cidade
– Porque em nenhum outro lugar do Brasil há tantas casas tocando tecno
– Porque finalmente a Vila Mariana começa a querer ter vida noturna
– Porque nós somos a cidade, fora da Europa, com o maior número de shows
– Porque se uma banda fizer apenas um show em toda América Latina, com certeza será aqui
– Porque a maioria aqui odeia pagode
– Porque só nós temos um teatro tão lindo quanto o nosso Municipal
– Porque fica a menos de uma hora do Rio de Janeiro (de avião, é claro)
– Porque nos finais de semana prolongados a cidade fica habitável
– Porque está aqui o maior aeroporto internacional do país, com vôos diários para cidades bacanas no resto do mundo
– Pela vista, afinal é possível ver cenas de violência ao vivo
– Porque é possível encontrar aqui motorista de táxi, zelador de prédio, copeiro de boteco e demais profissionais de contato direto com o público afirmando que são malufistas e que, venhamos e convenhamos, o Pitta não foi tão mal assim
– Porque aqui há uma legião silenciosa e crescente querendo ressuscitar o Collor
– Para ficar pasmo diante dos preços cobrados por roupas de grife em lojas como a Daslu da Vila Nova Conceição
– Para sentir o cheiro do rio Tietê e se lembrar de que a vida é uma bosta
– Porque é bom dizer que vou sair de São Paulo, diz Marco Aurélio D’Assunção
– Porque aqui é o único lugar do mundo onde o lago do parque principal da cidade (o Ibirapuera) é cheio de esgoto
– Porque só aqui algo que fica elevado ganha o nome de Minhocão
– Porque São Paulo fica pertinho (um tirinho de espingarda) de Osasco
– Porque tomando um trem, em 20 minutos você está em Carapicuíba
– Porque apesar da operação tapa buraco do Pitta, o governador é Covas
– Porque aqui podemos assistir ao estupro desta cidade e, com um grande esforço, salvar a vítima e colocar o estuprador atrás das grades
– Porque aqui há as quatro estações do ano num mesmo dia
– Porque aqui a polícia enfrenta grevistas com bombas de gás lacrimogêneo e balas de borracha
– Porque, apesar de não oferecer transporte coletivo, a cidade te obriga a deixar o carro em casa uma vez por semana
– Por causa da abundância de gás carbônico. Afinal, algo a gente tem em abundância
– Para ficar com saudades de Florianópolis e do glorioso Avaí
– Porque só aqui você consegue ler um jornal inteiro enquanto fica parado no trânsito
– Porque esta cidade me seduz, de dia falta água, de noite falta luz e metrô
– Por causa da Câmara Municipal (rê, rê, rê)
– Para poder rir dos preços absurdos cobrados pelos donos de barraquinhas na feira de antiguidades do Masp
– Porque viver aqui é mais emocionante que praticar alpinismo no Himalaia. Você tem de sobreviver, todos os dias, a 15 assassinatos, a 4 assaltos seguidos de morte e a 1 acidente de carro com vítima fatal
– Para enfrentar as filas e encarar aquele monte de wannabes no Espaço Unibanco
– Porque aqui brotam meninos e meninas que vêm para cima de seu carro nos semáforos com aquela água suja e rodinhos para limpar o seu vidro (PELO AMOR DE DEUS, ISSO É UMA RAZÃO IRÔNICA!!!!!!)
– Porque aqui você pode ganhar um bom dinheiro se juntar e vender os papéis que te entregam nos semáforos (ESSA TAMBÉM É IRÔNICA)
– Porque aqui o prefeito quer multar o dono do muro pichado, não o pichador
– Porque, como há sempre congestionamentos na avenida 23 de Maio, você pode observar as “belezas” de monumentos como as ondas da Tomie Ohtake ou o Obelisco do Ibirapuera
– Para ir ver avião subir e descer em Congonhas
– Porque é o melhor lugar do mundo para manter alto o nível de estresse
– Porque é fácil encontrar pessoas que pensam a mesma coisa que você, que esta cidade é uma porcaria
– É a única cidade onde, depois de um dia inteiro de trabalho, você consegue chegar em casa e comemorar: não bati o carro, não fui assaltado, não fui multado e consegui chegar em menos de 40 minutos
– Para sentir frio na barriga ao passar pela praça da República
– Para lembrar de Nova York (principalmente da Central Park South, em frente ao Plaza) ao sentir o cheiro de urina na praça da República
– Por que aqui tem gente que “rouba, mas faz”
– Porque em São Paulo eu vejo o ar que eu respiro
– Porque é bom dizer, sou paulistano
– Porque aqui estão as melhores escolas e faculdades do país
– Pela quantidade de eventos, como feiras e congressos
– Porque é a terra-mãe do Corinthians
– Porque aqui tem emprego para todo mundo, basta procurar
– Por esta ser a mais linda e iluminada cidade do Brasil
– Por ser fashion e chique
– Por esta ser a cidade com mais lojas do país
– Porque aqui é um lugar perfeito para namorar, com excelentes hotéis e motéis
– Por causa do cruzamento da Ipiranga com a São João
– Porque em São Paulo não há tédio
– Porque em nenhum outro lugar do Brasil há tantos empresários e executivos assumidamente esquerdistas (ou pelo menos simpatizantes do PT)
– Por causa da minha vó, diz Priscila Passarela Renata Ferreira Braga
– Porque é também a terra-mãe do Palmeiras
– Porque aqui se fala pebolim, não totó
– Porque é a única cidade do mundo onde o treinador de goleiros do meu querido São Paulo não percebeu que o goleiro Rogério não pega nada do lado direito, sempre é gol, diz Lucilene Vieira Moura
– Porque esta cidade é o Brasil, você pode vir de qualquer lugar e aqui (quase) se sentir em casa
– Porque aqui tem menos cocô de cachorro do que nas ruas que em Paris
– Porque é possível ver pelo menos uma corrida de Fórmula 1 sem sair da cidade
– Por causa dos novos “iluminations” nos nossos monumentos, iguaizinhos aos vistos em Londres e Paris
– Pois aqui você pode trabalhar em um centro moderno como a avenida Paulista ou a Faria Lima e morar em bairros com a tranqüilidade das cidades do interior, como Tucuruvi, Tremembé, Santana (especialmente, ali na Vila Siciliano)
– Porque aqui as pessoas trabalham, não ficam apenas de frente para o mar e de costas para o Brasil
– Poder ver o Santos humilhar o Palmeiras no Morumbi
– Poder ver o Marcelinho perder um pênalti e tirar o Corinthians da Libertadores da América
– Porque, por ano, abrem pelo menos uns três shoppings nesta cidade
– Porque as mulheres daqui são mais bonitas e mais educadas
– Porque têm menos brasileiros de nariz empinado aqui que em Miami ou Nova York
– Porque aqui não é necessário conhecer ou conversar com os vizinhos
– Porque em São Paulo, diferentemente do que acontece no resto do Brasil, as pessoas não aparecem na sua casa antes de telefonar avisando que vão
– Porque aqui há menos gente andando de chapéu de boiadeiro que em qualquer cidade do interior deste Estado
– Porque aqui você não recebe notícia atrasada. Se algo é novidade no mundo, será também em São Paulo
– Porque aqui tem o São Paulo FC, o grande campeão de futebol da década
– Porque aquela história de deselegância discreta das paulistanas é coisa do passado. Aqui estão as mulheres mais elegantes do país
– Porque, ao menos uma vez por ano (no Morumbi Fashion), a Gisele Bündchen fica na cidade
– Porque viver em São Paulo é se sentir cidadão do mundo, onde você pode encontrar descendentes de japoneses, italianos, mulatos, judeus, africanos, russos, árabes, sírios etc. e tal falando a mesma língua. Isso é inédito. Só mesmo uma cidade com um coração tão grande para realizar essa façanha
– Poder ir aos sábados na Liberdade e comprar aquelas tranqueiras baratas que você nunca vai usar
– Porque São Paulo, apesar de tudo o que dizem de negativo, ainda é a cidade das oportunidades. Em que outra cidade podemos encontrar os cursos profissionalizantes, os contatos, os empregos que, apesar dos pesares, ainda encontramos aqui
– Porque, quando faz frio, esta cidade até parece civilizada
– Pela atmosfera da praça Vilaboim
– Porque paulistano é menos cheio de si do que carioca ou baiano
– Porque a Luciana Vendramini mora aqui
– Porque a região do Pátio do Colégio lembra Madri
– Para ver jacarés e pacas nadando no rio Tietê
– Porque aqui, diferentemente de Nova York, os motoristas de táxi falam uma língua que você entende
– Para ser enterrado no cemitério do Morumbi, ao lado do Ayrton Senna
– Porque é um ótimo lugar para ficar longe dos pais que moram no interior
– Porque adoramos saber que os cariocas nos odeiam (temos alguém que não esquece da gente, pois para aqueles que se importam tanto com o que somos, é porque não saímos da cabeça deles)
– Porque nós falamos ‘teatro’ e não ‘tiatro’
– Porque nós falamos ‘bolacha’, não ‘bixcoito’
– Porque temos a mais importante faculdade de direito da América Latina, lá no largo São Francisco, sem contar o prédio, que é magnifico

11 Comentários

  1. Aline said,

    agosto 7, 2008 às 3:34 pm

    Hum, utilizando uma giria curitibana, o texto é um tesãão, eu vou imprimir e mostar pra minha mãe ja q ontem surgiu a ideia de deixar Curitiba q é sem sal, e ir morar de novo em São Paulo.

  2. gabriel said,

    janeiro 10, 2009 às 3:16 pm

    colou um monte de piada mais curta…

    e a parte “isso eh ironico” em caixa alta mostra q vc eh burro(a).

  3. Carolina said,

    janeiro 5, 2010 às 12:58 am

    seria trágico se não fosse cômico! Desde quando tucuruvi, santana tem clima de interior? Santana eu poderia classificar como uma segunda Sé, são bairros agitadíssimos e sujos. Posso falar porque eu morei nestes bairros, aliás já morei em muitos bairros e Sâo Paulo, sou paulistana e conheço esta cidade-país, aqui só é bom de verdade pra quem tem muita grana ou está de passagem.O resto, é loucura como toda grande mega-metropole.

  4. Diego Rodrigo said,

    janeiro 20, 2010 às 2:00 am

    Quanto perseguição com os cariocas… Sou carioca e adoro São Paulo…
    Cidade que abriga meu amor a S.E. Palmeiras!

  5. lu said,

    janeiro 26, 2011 às 7:29 pm

    aeeee!!!adorei saber dos 210 motivos pra morar em sampa!!!pois estou fazendo planos de ir embora pra pra i,sou gaucha,e a cidade onde moro é pacata,adoro agito!!!acho q vou para o lugar certo.

  6. Agda Neves said,

    janeiro 25, 2012 às 12:50 am

    .

  7. cleverson said,

    fevereiro 14, 2012 às 11:02 pm

    Achei super legal.

    Nasci aqui em Brasilia, mais ja morei em BH, Goiania e Salvador.
    Conheço Sao Paulo, tenho uma vontade muito grande de morar ai, meu interesse maior e pela grana, sabemos q e a maior economia do Brasil, gostaria muito de trabalhar por conta propria por ai, Brasilia e fraca de grana alguns tem um dinheirinho mais a maioria vive de aparencia. O rio e muito bonito mais da pra ver q la como Brasilia tambem e fraco de grana. Bom depois do carnaval vou pensar o q devo fazer. Quem sabe Sampa me abraca. Ahh sem contar q sou lokko por musica eletronica e os paulistanos tb.

  8. Morrison said,

    outubro 13, 2012 às 11:18 pm

    Achei muito interessante este blog, apesar de haver mais de 4 anos que foi escrito. Moro em Brasília há 6 anos e tenho vontade de mudar de la para Sampa. Brasília tem suas qualidades, por exemplo, ao menos até pouco tempo atrás parecia ser a cidade com mais de 2 milhões de habitantes mais segura do Brasil. Hoje em dia tem aumentando muito os sequestros relampagos, roubo de carros e arrastões em comercio. Deste modo, acho que no quesito seguranca já está como São Paulo ou Rio. Outra coisa e o custo de imóvel para comprar na área central, morar na região central de Sao Paulo e mais barato do que morar no Plano Piloto de Brasilia. Sao Paulo pode ate ter, na media, o metro quadrado mais caro, porem nas pesquisas que realizei percebi que ha opções mais em conta em Sao Paulo do que Brasilia para quem quer viver nos bairros mais centrais. Outras grandes vantagens que eu acho de morar em São Paulo, certamente são as oportunidades profissionais e de crescimento acadêmico (tem muita opção para estudar, desde MBAs, mestrados e doutorados) e também a intensa agenda cultural.

  9. thay said,

    março 19, 2013 às 5:18 am

    Então você realmente deve amar são Paulo né ou nunca morou fora dai ,
    Morei alguns meses ai em são Paulo , no Itaim bibi ,conheci lugares extraordinários ,
    Comidas magnificas , mais o povo de são Paulo são pouco calorosos , “sem educação” talvez pela correria do dia a dia , um povo mais estressado, ligado a 220 . conheço muitos lugares
    No brasil e também fora e não vi nem um povo assim . Eu sou de Santa Catarina eu moro em um paraíso tropical Balneário Camboriú e jamais trocaria por São Paulo novamente .. Aqui pessoas são mais humanas , mais amigas e se importam mais com os outros.. Essa é minha opinião desculpe qualquer coisa. 😉

  10. thay said,

    março 19, 2013 às 5:19 am

    Então você realmente deve amar são Paulo né ou nunca morou fora dai ,
    Morei alguns meses ai em são Paulo , no Itaim bibi ,conheci lugares extraordinários ,
    Comidas magnificas , mais o povo de são Paulo são pouco calorosos , “sem educação” talvez pela correria do dia a dia , um povo mais estressado, ligado a 220 . conheço muitos lugares
    No brasil e também fora e não vi nem um povo assim . Eu sou de Santa Catarina eu moro em um paraíso tropical Balneário Camboriú e jamais trocaria por São Paulo novamente .. Aqui pessoas são mais humanas , mais amigas e se importam mais com os outros.. Essa é minha opinião desculpe qualquer coisa. =DD

    • cidadãosão said,

      fevereiro 10, 2014 às 1:35 am

      Acredito que retirando a parte gastronomica do texto, que convenhamos, só será possível frequentar frente a um salario exorbitante e fora do comum pra maioria das pessoas, SP é uma cidade fria e sem sabor. Em SP as pessoas só pensam em juntar dinheiro, seja para programar uma viagem fora da própria cidade, seja para obter algum bem material como um carro ou um imóvel… A maioria das pessoas come fast food o ano inteiro e trabalha como escravo, vive a maior parte do tempo no trânsito, e parecem ter pelo menos 10 anos a mais do que consta na certidão de nascimento! Fora que sao extremamente preconceitosos. É sim uma cidade fria e umbiguista, sobrevive quem acaba com a própria saúde e vende seu caráter para subir de cargo numa empresa… É meu amigo, não me convenceu! Continuo acreditando que esta seja uma cidade que precisa mais de amor e compaixão!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: