A Flauta de Jade

Uma noite, quando vires a lua pousada numa amendoeira em flor, pensa por um minuto no poeta cuja tristeza foi tao grande que viajou para um pais de onde nunca, nunca se volta. (A Flauta de Jade)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: