uma coleção de verbetes

O selo independenteFloppy Disk.png
Ainda jovem saiu da casa dos pais e ganhou o mundo vendendo discos ruins e farejando novas revelações musicais dispostas a posar para fotógrafos da escola gaúcha de fotografia de bandas.

A cena alternativa
Garota de classe média alta que não saiu tão bonita quanto a irmã e que por isso começou a vestir roupas de brechó e montou um blog. Até ontem amava pegar os caras de barba que usam calça xadrez, mas agora o roçar dos pelos no pescoço já incomoda e ela gostaria de ao menos uma vez jantar em um restaurante bom (e de carro).

O trabalho solo
A internet facilitou muito sua vida. Agora ele não passa mais pelo constrangimento na locadora alugando os filmes que lhe inspiram na frente de estropiadas mães de família que estão levando Harry Potter e Os Incríveis para casa pela enésima vez.

O clipe no Youtube
Menino prodígio, talentoso e performático, virou assunto em todas as rodinhas no recreio da escola na segunda-feira depois de mexer o cotovelo de um jeito que ninguém conseguia. Pela tarde mal conseguia chegar em casa tamanho o batalhão de jornalistas que queriam saber tudo a respeito daquele garoto de quem nunca ninguém tinha ouvido falar. Ganhou caixas de bombom, rolos de cartas com mil metros de “eu te amo”, convites das garotas mais lindas para andar de bicicleta no parque. Dormiu como um anjo. Foi pra escola de táxi na terça-feira, mas ninguém deu bola pra ele. Repetiu algumas vezes o gesto com o cotovelo mas as garotas preferiam assistir à aula. Hoje, dois anos depois, ainda treina diariamente truques com o joelho, as orelhas e as narinas, mas ninguém vê nada de especial em nenhum deles. via

Estados da música

furacao_baiano_evolu.jpg

A revelação gaúcha

Também conhecida como “a promessa que vem dos pampas”, a revelação é um mal que assola o país desde que os primeiros Gessingers tiveram seus cabelos tingidos após a meia noite e passaram a aterrorizar a população civil com rimas-bomba esquecidas em discos sem alça. Os gaúchos prometem continuar lançando bandas-ruins sistemáticas na direção do Brasil até conquistarem sua independência e, finalmente, poder exercer o seu orgulho provinciano em paz sem nordestinos metidos a besta fazendo a bunda das gurias chacoalhar ao som de batuques africanos.

O suíngue carioca
Reflexo do “jeitinho brasileiro” em forma de música, o suíngue carioca estende seus tentáculos por todas as vertentes musicais produzidas no país (isso quando não é a própria origem da coisa – casos do Samba, da Bossa Nova e do Funk de Latrina). Mesmo que você crie um estilo ultra-revolucionário de rock no Acre ou música eletrônica de vanguarda no interior da Paraíba, não adianta fugir: na hora de “estourar no país” algum produtor mequetrefe vai meter uns pandeiros no meio da sua música ou, mesmo que você faça sucesso sem esse toque ‘ishperrrto’, alguma nova cantora-revelação surgirá fazendo uma versão de uma música sua “meio sambinha, meio eletrônico, com uma pitada de Tom e um cheirinho de D2”.

Os mineiros do
A história musical mineira é intrinsecamente ligada à política. Tiradentes ainda arrancava molares quando os filhos das Gerais já tentavam, sem sucesso, fazer música. O alferes teria se suicidado e esquartejado a si próprio após não agüentar mais ter os mineiros do Inconfidência Quest ensaiando ao lado do seu consultório. Já a ditadura militar acabou graças às ameaças dos mineiros do Clube da Esquina, que declararam: “ou o regime acaba ou haverá uma roda de violão para cada boteco deste país”. Pior ainda quando não se decidem entre inventar uma nova luta marcial ou fumar um, caso dos mineiros do Pato Fu e do Skank.

O furacão baiano
Sacudindo o país mais ou menos a cada 10 anos, o furacão baiano não poupa ninguém e costuma inundar as zonas costeiras, balançar as traseiras e reverter as estomacais sem dó nem piedade. Apesar de manter constante o seu nível musical potencialmente nocivo às regiões escrotais, o fenômeno nordestino ao menos vem aprimorando seu lado estético-visual ao longo do tempo. Estima-se que em 2030 um furacão baiano poderá ser, inclusive, mais bem pago que Gisele Bundchen e quem sabe engatar um romance com Roberto Justus.

fonte ressaca

Gafes – cuidado para nao cometer uma

mehorns-m.jpgMulheres:

1) Usar esmalte com uma florzinha (ou estrelinha) em uma das unhas combinado com a outra mão (no pé já é caso de internação).

2) Salto de acrílico (a não ser que vá fazer um filme pornô ou agradar o namorado fetichista).

3) Lente de contato colorida. Essa é uma das tenebrosas campeãs. Além de dar uma enorme vontade de lacrimejar de aflição (para quem está de frente com o ser), parece que estamos diante de uma personagem do próximo filme do X-Men.

4) Meia-calça cor da pele, tipo Kendall para o inverno (a não ser que tenha mais de setenta anos ou use debaixo da calça em caso de frio extremo). Em hipótese nenhuma deve ser usada com saia e sandália aberta.

5) Calça justa demais, que aperte as partes íntimas (fica parecendo uma pata de camelo).

6) Descolorir os (muitos) pelos da barriga, o famoso “caminho da felicidade”. Melhor depilar, caso contrário, é melhor procurar um namorado que tenha colocado blondor no bigodinho. Farão um lindo par.

7) Unha do pé grande, maior do que onde termina o dedo, além de ficar muito feio pode ser um perigo fazendo “carinho” com o pé, no marido ou namorado. Se estiver solteira, vá a praia de meia.

8) Calça jeans com muitas aplicações (rosas coloridas, tachas, strass,etc.). Tudo em exagero polui o visual e esse tipo de calça tem muita informação. Usada junto com o ítem 2 é uma das piores composições. Se pretende sacanear algum namorado (ou ex), chame o para jantar ou dançar, e vá assim.

9) Perfume Paris do Yves Saint Laurent. Se não estiver na terceira idade não tem desculpa. As pessoas ao redor não merecem isso e nem todo mundo carrega neosaldina na bolsa. Usar no verão então, é sadismo.

10) Calça legging com tamanco de madeira. Se você não estiver numa refilmagem de “Grease nos tempos da brilhantina”, use outra maneira de chamar a atenção. Há outras (e muito melhores) maneiras de um cara te achar gostosa.

mehorns-h.jpgHomens:

O que os homens nunca deveriam usar – ou ter usado. Na coluna passada brinquei, com o meu ponto de vista, sobre o que as mulheres não deveriam usar – pois era sofrível. Foram dezenas de e-mails concordando, mas pedindo para o colunista fazer a mesmíssima coluna, porém sobre os equívocos masculinos. Já tinha isso em mente e aí vai a minha lista para meus queridos leitores.
Acho abominável que um homem envergonhe (no sentido estético) a classe masculina usando:

1) O trio mais famoso do que o do McDonalds: pochete, bermuda jeans e sandália papete. Se vier acompanhado do celular (na capinha) na cintura então. É caso para fingir que não conhece.

2) Blazer com gola rolê por dentro. É o figurino preferido de 10 em cada10 novos cabeleireiros recém bem-sucedidos na cidade. Esse tipo acha esse conjunto o uniforme da “elegância”. Geralmente abrem salão na cidade com os nomes de Roberto’s Coiffeur, Cabral’s, Antonio’s e por aí vai.

3) Sapato social de “franjinha” (aquele detalhe de penduricalho em cima). Se for curto a ponto de aparecer a meia branca por baixo, a coisa beira a piedade. Esse tipo fica ótimo num dublador de Michael Jackson cantando'”Billie Jean” no Largo da Carioca.

4) Calça de cintura alta, a chamada “Saintropeito”. Cuidado com os testículos! Eles não têm culpa se você se veste mal. Gerentes de churrascaria rodízio costumam adotar esse visual acompanhado de uma vistosa camisa vermelha de seda javanesa.

5) Perfume KOUROS (Yves Saint Laurent). Num acampamento pode ser usado como repelente (pena que até dos seus companheiros de viagem). Um cara que usa esse perfume se torna inesquecível. O trauma nas pessoas ao redor é irreversível.

6) Essa vai doer em muito “Maurício” mas é a minha opinião: casaquinho de lã jogado nas costas e amarrado na frente. Esse visual geralmente vem acompanhado de um cabelo arrumado pela mamãe a “La Roberto Justus”. Tem solução, mas tem quem ser mudado ainda na infância ou no máximo adolescência. Depois fica difícil.

7) Unha suja (e sem cortar). Se você não for o mecânico Pascoal da novela ‘”Belíssima”, pode ter certeza que brochará sua namorada ou pretendente. Caso seja bonito como o Gianechinni, ela será somente um pouco mais tolerante. Entretanto, irá pedir para limpá-las assim que acabar a noite de fetiche com um desleixado.

8) Base incolor na unha. Triste amigo. Só limpar e cortar já é suficiente. Cuidado se tem esse hábito, pois daqui a pouco estará pedindo “francesinha” no salão.

9) Fazer sobrancelha. Se for tirar um fio maior, ok. Agora, se for limpar e afinar nas extremidades, é melhor tomar cuidado. Daí para usar rímel e delineador é um pulo. Não estranhe se vier uma vontade incontrolável de chamar um amigo de infância para assistir “Brokeback Mountain” comendo pipoca light.

10) Cueca furadinha tipo antiga Adams de cor (vermelha, amarela, marrom,etc….). Amigo, por favor, treine tirar a calça puxando a cueca junto. Nenhuma mulher no mundo agüenta esse choque visual. Se ela vir a sua cueca é provável que você fique na mão (literalmente).”

7 maiores erros de estilo num homem!

https://i1.wp.com/farm3.static.flickr.com/2162/2017871990_cc794c6a79.jpgMeias brancas com sapatos pretos, calças acima da cintura, ou demasiado curtas, são tudo exemplos comuns de erros crassos em termos de estilo. Se deseja ter uma carreira de sucesso, ou uma vida amorosa bem-sucedida é bom saber ou pelo menos ter uma ideia do que não deve fazer para ser levado a sério.

Elucidando: um mau hálito afasta as pessoas de si, um mau estilo tem o mesmo efeito de um mau hálito.

Os homens em geral têm tendência a usar aquilo que está mais à mão ou o que é mais confortável, ou mesmo o que a menina “giraça” da loja disse que lhe ficava bem só porque queria vender. É fácil ignorar alguns pormenores que no fundo são o mais importante em termos de estilo, e importantíssimos quando se quer deixar uma boa impressão.

  1. Ser desleixado
    Usar roupas com nódoas numa reunião de negócios pode fazer a diferença entre conseguir o negócio ou não, pode ser a diferença entre conseguir o número de telefone da mulher no bar; no geral é o que pode permitir ser levado a sério. Pode ir a uma entrevista de trabalho com o melhor curriculum e a maior capacidade profissional que pelo facto de ter nódoas na sua roupa qualquer recrutador duvidará desse curriculum e dessa capacidade.
    Claro que nódoas podem sempre acontecer, como cair uma pinga de café nas calças, ou um pouco de molho do esparguete na camisa; mas caso isso aconteça mude logo de calças ou de camisa, nem que tenha de ir comprar umas novas! O ideal será ter sempre umas calças e uma camisa suplente no escritório e no carro, e ter um removedor de nódoas também ajuda sempre.
  1. Usar roupa desadequada
    A sua roupa deve estar de acordo com o seu corpo. Não deve usar um casaco demasiado apertado ou demasiado largo. Calças acima do umbigo, abaixo da zona pélvica ou mesmo acima do tornozelo são um cartão de apresentação que diz que é alguém sem noção do ridículo, passando essa mensagem de si para quem está consigo. A cintura das calças deve estar nas suas ancas, e a bainha – quando estiver em pé – deve tocar na sola do sapato.
  1. Gravata desadequada
    A sua gravata é demasiado larga ou demasiado fina? Acessórios de tamanhos errados distorcem as proporções do seu corpo. Certifique-se que a sua gravata está de acordo com o seu fato, e que a ponta da gravata toca na fivela do seu cinto – nem acima nem abaixo – quando se encontrar em pé. Não use gravatas demasiado largas nem demasiado finas.
  1. Acessórios espalhafatosos
    Não use cintos com fivelas espalhafatosas a não ser que seja uma estrela rock. Fivelas gigantes cheias de cor e de motivos no geral, e especialmente num fato dão um aspecto simplesmente ridículo. Esqueça também a bolsinha de telemóvel pendurada à cintura, ou o anel de ouro e diamantes no dedo anelar. Esqueça também o fio de ouro ao pescoço que o seu padrinho lhe ofereceu. Enfim, esqueça tudo que seja excessivo e que dê demasiado nas vistas.
  1. Bolsos cheios de tralha
    Se usar telemóvel no bolso opte por um de tamanho XS, ou seja, o mais pequeno possível para não se notar nos bolsos. Em alternativa pode usar um casaco ou um par de calças com bolso de relógio ou bolso de cigarreira, podendo colocar o telefone nesse bolso específico.
  1. Gastar muito dinheiro em roupa desadequada
    Ter muito dinheiro para gastar não é garantia que o gaste em roupa que lhe assenta e fique bem. Evite roupa com grandes logótipos de marcas. O que compra também depende de quem se rodeia e se essas pessoas tem a capacidade para lhe dizer a verdade sobre o seu look. Se não tiver a certeza que as pessoas à sua volta são verdadeiras consigo o ideal será contratar um bom personal shopper.
  1. Usar sapatos estranhos ou sujos
    Por muito baixo que seja nunca vá pelo caminho das plataformas, ou das solas compensadas, pois o aspecto de drag queen ainda não é o ideal para alguém que gosta de ter uma imagem com estilo. Tal como se gosta de ver uma mulher nuns sexys sapatos altos, também as mulheres gostam de ver um homem num bom par de sapatos. Os sapatos mais simples são na maioria das vezes os mais indicados. Escolha sapatos com sola de borracha para usar num look mais desportivo, e sapatos de sola rija, mas baixa, para usar com fato. Tenha também uma ponte entre os dois tipos de sapatos, uns ténis simples que possa usar em momentos mais casuais.

Lembre-se de usar algo em que se sinta confortável e no qual se sinta confiante, e balanceie as tendências com o seu próprio estilo. Um homem quando está bem vestido sente-se confiante e esse sentimento irradia nos restantes aspectos da vida.

minha selecao de fotos 15

Alimentos que funcionam

ICQ по новому

A saúde vem da mesa. Este pensamento há muito difundido entre os ambientalistas agora começa a ganhar coro junto aos cientistas. Cientistas estão comprovando certas doenças como do coração, osteoporose e até o câncer podem ser evitadas com uma alimentação saudável e balanceada.
Esses alimentos que curam foram alçados à uma nova categoria, a dos alimentos funcionais, que além de nutrir, trazem benefícios à saúde. E o mais legal é que esses alimentos já podem ser encontrados nas prateleiras dos grandes supermercados.

Margarina que reduz o colesterol, leite que evita problemas cardíacos e soja que reduz os sintomas da menopausa são alguns dos alimentos funcionais em comercialização no Brasil.

Mas quais os benefícios que eles trazem e de que maneira eles agem? O Ômega 3, por exemplo, é uma molécula encontrada em peixes como salmão e sardinha e que foi adicionada ao leite para ajudar a diminuir o colesterol.

Já a Fitosteróis, substância extraída das plantas, está sendo adicionada à margarina para reduzir o colesterol ruim, que é mais prejudicial à saúde. A soja, cujos benefícios há tempos vêm sendo estudados, está sendo utilizada para prevenir doenças cardiovasculares. Ma os benefícios dessa plantinha podem ser bem maiores: há estudos em andamento que indicam que a soja evitaria a osteoporose, o câncer de mama e útero e os sintomas causados pela menopausa.

Fonte: http://www.unisite.com.br

Voce sempre teve vontade de saber ….

000000000201.jpg
Por que o cabelo e as unhas crescem após a morte?

O tema é recorrente em filmes de terror: abre-se o caixão e depara-se com um defunto apodrecido com unhas e cabelos compridos. Mas por que o cabelo e as unhas continuam crescendo depois que morremos? O coordenador do Departamento de Genética da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), José Arthur Chiese, esclareceu a questão.

Chiese explica que a morte cerebral ou parada cardíaca do ser humano é diferente da morte das células. Segundo ele, as células ainda continuam vivas depois que a pessoa é considerada como morta. “O corpo humano é composto por diferentes células e cada uma delas possui um tempo de viabilidade diferente, tanto que é possível fazer transplante de órgãos e mantê-los preservados após a retirada.”

Chiese também informou que as unhas e o cabelo continuam crescendo após a morte, mas que este estímulo pára algum tempo depois porque as reservas do organismo se exaurem. “É difícil estipular o tempo exato para o final do crescimento, e acredito que não exista uma diferença significativa entre os diferentes tipos de pessoas e peles”, destacou.

Por que os mosquitos zumbem nas nossas orelhas?

Nada mais chato do que um mosquito zumbindo no nosso ouvido quando estamos tentando dormir. Como se não bastasse o inseto sugar o nosso sangue para se alimentar, ele ainda fica sobrevoando a nossa cabeça antes do ataque, como para checar se não estamos mesmo acordados. Parece até provocação. Mas por que eles fazem isso?

O biólogo e professor da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), no Rio Grande do Sul, Milton Strieder, afirma que não há explicação científica para o inseto atacar a região do corpo onde fica a orelha. “O que sabemos é que o mosquito é atraído pelo gás carbônico liberado pelo homem por meio do nariz”, explica o especialista.

O biólogo explicou que o inseto é capaz de encontrar uma pessoa em qualquer área de um quarto escuro por causa dessa capacidade de percepção química, seja qual for a estação climática. “Existem mais de três mil espécies de mosquitos no mundo e cada uma se adapta a determinados ambientes, como florestas e cidades. A alimentação também varia, podendo atacar seres humanos, mamíferos e até aves”, completou.

Por que às vezes a Lua aparece alaranjada?

Na maioria das vezes, isso acontece devido a uma atmosfera espessa, muito comum nas grandes metrópoles afetadas pela poeira e pela poluição.

Segundo a astrônoma da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) Thaisa Storchi Bergmann, quando acontece esse tipo de situção, a atmosfera absorve principalmente a radiação (luz) azul, deixando passar a radiação vermelha, que chega até nós com mais força.

“Ao nascer da Lua, por exemplo, o astro está mais próximo do horizonte, sendo afetado mais diretamente pela camada da atmosfera. Isso faz com que ela apareça com uma cor mais alaranjada. À medida que a Lua vai subindo, ela vai se tornando mais clara”, explica a astrônoma.

Por que é costume dar cachaça para o santo?

O ar de sobriedade que adotam os apreciadores da cachaça antes de beber parece até contraditório. Antes de tomar, é obrigatório despejar um pouco da bebida no chão e anunciar: “pro santo”. Mas a contradição se desfaz quando se investiga a fundo a origem dessa tradição tão brasileira.

“O gesto de jogar um pouco da bebida no chão, antes de beber, nasceu num ritual chamado Libação, criado por gregos e romanos, e consistia em uma oferenda aos deuses para que eles provessem os lares de felicidade, harmonia e fartura”, explica o jornalista Edson Borges, autor de uma vasta pesquisa sobre a relação entre a cachaça e as religiões

Além da ligação com a religião católica, a aguardente também passou a ser usada em oferendas nas religiões de matrizes africanas, principalmente no candomblé. A finalidade era semelhante à da Libação: pedir proteção aos Orixás.

Essa identidade cultural e religiosa da aguardente gerou todo um folclore em torno da bebida. Há orações para bebedores, apelidos (como “urina de santo”, “aquela que matou o guarda”, “água que passarinho não bebe”) e rituais, como o de fazer a cara feia, depois de beber a cachaça. “Para espantar o diabo”, ensina Borges.

Por que bocejamos?

Há vários motivos para explicar o porquê de bocejarmos, mas nenhum tem 100% de consenso entre especialistas. O primeiro e mais comum deles é o sono. “O bocejo é um dos sintomas comportamentais de sonolência”, diz a neurologista e professora da disciplina do Sono da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Dalva Poyares. Nesse caso, o objetivo do corpo quando bocejamos é liberar a dormência absorvendo uma quantidade maior de oxigênio.

Ainda não se sabe exatamente o motivo de sempre que vemos alguém bocejar, nós acabamos fazendo a mesma coisa. Mas há algumas teorias. Uma delas afirma que o bocejo poderia ser uma forma primitiva de comunicação. Um recurso que nossos ancestrais utilizavam para falar a outro indivíduo sobre a necessidade de manter a atenção em uma mudança no ambiente. Ao bocejar, o receptor estaria confirmando o recebimento da mensagem.

Por que o pum e as fezes cheiram mal se os alimentos têm cheiro agradável

O professor de Biologia do Cursinho da Poli Danilo Abranchez Safi explica que as fezes são as partes não aproveitadas do alimento pelo organismo misturadas com secreções do corpo, que em geral não cheiram nada bem. O mau cheiro é decorrente, principalmente, da atividade bacteriana do intestino. Aliás, estas bactérias são as responsáveis pela liberação de gases, os puns.

Os peixes são capazes de dormir?

Os peixes dormem, mas não como os seres humanos, pois, já que não possuem pálpebras, eles não fecham os olhos. O “sono” dos peixes é caracterizado pela redução de seus movimentos vitais durante um certo período do dia.

“Alguns peixes gostam de ‘dormir’, ou seja, descansar durante a noite ou quando a água está bem fria. Outros peixes descansam até mesmo durante o dia”, segundo o professor Athiê Jorge Guerra, do Departamento de Pesca da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE).

Mesmo durante esse período de “descanso”, os peixes forçam a passagem de oxigênio em suas brânquias com o abrir e o fechar das bocas. Assim, eles continuam respirando enquanto “cochilam”.

pense em um servico mal feito

geografia do homem e da mulher

manias, to mundo tem uma, qual a sua?

1ª Fazer rabisco ao falar no telefone.

2ª Enfiar o dedo no nariz.

3ª Entortar clips ou grampos.

4ª Peidar na água para fazer bobolhas.

5ª Apertar o botão do elevador de novo quando ele demora, mesmo sabendo que o botão já havia sido apertado e que não vai adiantar nada apertar de novo.

6ª Xingar juiz de futebol de ladrão.

7ª Xingar juiz de futebol de safado.

8ª Xingar juiz de futebol de cachorro.

9ª Xingar juiz de futebol de ordinário.

10ª Xingar a mãe do juiz de futebol de tudo quanto é nome (e mais alguns ainda!)

11ª Tirar cera de ouvido com tampa de caneta, palito de dente, de fósforo ou chave do carro

12ª Motorista de ônibus buzinar para o carro da frente menos de um segundo depois de o sinal ter aberto.

13ª Correr para pegar o ônibus, não conseguir e fingir que não é com você.

14ª Usar camisa de campanha eleitoral de político como pijama.

15ª Rasgar rótulo de cerveja.

16ª Rasgar rótulo de garrafa de água mineral de plástico.

17ª Desenhar bigode e barba em foto de mulher em jornal.

18ª Desenhar bigode, barba e chifres e coisas mais em santinho de político.

19ª Atravessar a rua com o sinal fechado e fora da faixa de pedestre.

20ª Avançar sinal de trânsito de madrugada

21ª Olhar em buraco de fechadura.

22ª Olhar por cima de decote.

23ª Mostrar aos amigos fotos dos netinhos.

24ª Mostrar aos amigos fotos dos filhos quando eram mais novos.

25ª Usar sapato velho como chinelo.

26ª Deixar o cabelo crescer atrás quando ele começa a sumir na frente.

27ª Ajudar viúva bonita e nova.

28ª Mandar juiz de futebol para a puta que pariu.

« Older entries